Conhecendo a autora…

Entrevista realizada pela jornalista Nayara Oliveira.

 

Motivo que a levou a escrever?

Sempre adorei ler, sou do tipo devoradora de livros. Há mais ou menos dois anos entrei no mundo dos romances adultos e me encantei com aquela forma de escrita e entre um livro e outro veio à inspiração para escrever uma história criada pela minha mente.

Como surgiu a Ellis e o Felipe?

Costumo afirmar que a Ellis é o meu alterego, algo entre o que quis ser e o que deveria ter sido. Acho que a personagem principal de um livro deve ser alguém na qual você se identifique de tal forma a ponto de se colocar no lugar desta personagem ou que, se ela existisse seria, no mínimo, sua melhor amiga. E assim criei a personalidade e as ações da Ellis.

Já o Felipe é descrição de um cara que, em minha opinião, seria apaixonante para qualquer mulher. Um homem forte, mas que abre seu coração quando percebe o verdadeiro amor. Ele ser fisicamente irresistível é apenas a cereja do bolo, pois o personagem é mais profundo do que sua aparência física. Sempre gosto de pensar que a medida certa para um homem fazer uma mulher virar a cabeça, está entre a capacidade de ser o macho alfa e a doçura de ceder aos encantos de sua parceira. Portanto, baseado nisso criei o Felipe.

Quando podemos esperar a continuação?

Quando pensei em escrever a história do Felipe e da Ellis desenvolvi-a por completo, com começo, meio e o desfecho final. Porém, à medida que fui colocando em prática, o projeto ficou muito extenso e tive que dividi-lo em duas partes. No segundo livro o leitor vai se deparar com um Felipe e uma Ellis mais maduros e experientes, e com cenas ainda mais quentes e envolventes. A pretensão é que em menos de seis meses a continuação esteja disponível para os leitores.

Quais suas referências literárias?

Várias autoras influenciaram meu trabalho. Mas sem dúvida as minhas maiores referências neste ramo são a Megan Maxwell, a Camila Moreira e a dupla Christina Lauren. Em minha opinião, a primeira aborda a sexualidade feminina de uma forma muito natural, a segunda cria personagens fortes e muito próximos a realidade e as terceiras fazem romances leves e apaixonantes.

Qual o conselho para novos autores que, como você, desejam escrever e publicar seus livros?

A primeira coisa seria fazer um esboço da sua história. Defina personagens, suas características e personalidade. Após isso, defina todo o roteiro e os principais acontecimentos. Uma boa história tem que haver conflito. Faça um resumo para você mesmo de tudo que irá acontecer. Lembre-se: quem tem que ser surpreendido pelos acontecimentos do seu livro, são os leitores, o autor tem que saber exatamente de onde começou e onde quer chegar.

Após escrito, peça a alguns amigos de sua confiança para lêem e criticarem seu trabalho. Faça uma correção ortográfica e por fim procure editoras que se interessem por originais de novos autores.

E a dica mais importante de todas: leia muito. Outros autores, mesmo que sejam de um ramo literário diferente, vão lhe dar inspiração para melhorar seu texto.

2 Comentários

  • Tamires Marins

    fevereiro 02, 02 2016 03:46:49

    Oi, Manu, tudo bem?

    Acabei de conhecer o seu trabalho através do blog da Anni, o Masen’s Tale. Adorei a sinopse e já o coloquei no ‘quero ler’ do Skoob.
    Sucesso!

    Beijo
    – Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    • Manu Rolim

      fevereiro 24, 02 2016 07:56:54

      Muito obg Tamires!
      Sucesso para você também, querida!
      Beijos
      Manu

Deixe uma resposta